Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

DICA DE LIVRO: É A VIDA - CONTOS DO COTIDIANO


Depois de uma longa ausência de postagens por causa da falta de tempo e dedicação a outros projetos, volto ao blog para falar sobre um desses novos projetos. 

Nesse ano de 2016 realizei um antigo sonho. Meu primeiro livro foi lançado pela Editora Giostri e só agora encontro um tempinho para falar dele aqui no blog. "É a Vida" traz 18 contos que falam em geral sobre temas do nosso cotidiano. 

Todos os contos do livro foram feitos aos poucos, entre 2013 e 2014. Escritos numa linguagem bem simples e coloquial, as estórias trazem em geral personagens à margem da sociedade, pessoas comuns que lutam para enfrentar seus problemas e sobreviver num mundo onde a desigualdade social é cada vez maior. Temas como política, sexo, violência, educação, internet e outros do nosso dia a dia são abordados nos contos, que procuram traçar um pequeno painel crítico de nossa sociedade, usando também humor negro e um pouco de fantasia para provocar a reflexão.



Sempre escrevo sobre aquilo que observo ao meu redor, sobre temas que me incomodam e que sinto necessidade de passar para o papel. Os 18 contos desse livro surgiram desse meu olhar atento aos fatos que lemos diariamente nos jornais e vemos na televisão. As estórias surgem de repente, quando menos espero. Às vezes basta presenciar uma cena qualquer na rua e isso já serve de inspiração para um novo conto.

Gosto muito do gênero conto, por se tratar de um texto curto, com poucos personagens, ação mais centralizada, que não exige muito tempo do leitor e que proporciona alguns minutos de entretenimento e reflexão durante sua leitura. Foi essa a minha intenção ao escrever esse livro. 


Entre os contos do livro, gostaria de destacar alguns e fazer pequenos resumos para vocês conhecerem melhor a obra:

- O BORDEL DA CRÉO:  Esse é o conto que abre o livro. Nele, uma prostituta afronta a população de uma pacata cidadezinha do interior ao inaugurar um bordel que logo passa a ser bastante frequentado por todos os homens da região, despertando a fúria e a hipocrisia dos mais conservadores do lugar, entre eles, um padre e uma beata, que fazem o possível para fechar o bordel e expulsar Créo da cidade. TRECHO: "Depois de se despedirem, dona Deosdete e padre Filisbino tomam o caminho da casa de Créo. Sentem-se como se fossem a uma guerra. Travarão uma luta do respeito e da moral contra o pecado e a devassidão. Nunca em suas vidas os dois se imaginaram entrando num local como a casa de Créo, mas se isso faz parte de sua missão de resgatar o lugar que amam de toda aquela luxúria, eles aceitam com a maior honra. Como pessoas boas que não têm nada a temer, eles entrarão lá de cabeça erguida, lutarão com todas as suas forças e vencerão!"

- A CARTA: Passado na época da ditadura militar no Brasil, conta a história de um estudante de direito que nunca se interessou por política e que encontra uma carta de um militante político que pretende se suicidar. Sem saber o que fazer, eles tenta encontrar uma solução para o caso, enquanto reflete sobre sua vida e suas próprias atitudes. TRECHO: "Tive raiva de mim mesmo por ser tão curioso. Eu não tinha nada que pegar aquele livro e ler aquela carta, bisbilhotar a vida dos outros. Se tivesse simplesmente largado o livro no banco do carro sem dar maior importância ao fato de alguém tê-lo esquecido, não estaria naquele momento me sentindo tão culpado. Ora, mas culpado por quê? Eu não tinha nada a ver com aquilo, nem conhecia esse tal de Cassiano e esse tal de Wilson! Mas isso não fazia eu me sentir melhor."

- O MENDIGO HONESTO: Um casal de milionários perde uma mala cheia de dinheiro que seria usado em uma viagem de férias. A felicidade deles vai depender de um simples mendigo. TRECHO: "Depois de algum tempo, os dois voltaram para o carro e Shirley não conseguiu mais conter as lágrimas. Chorou como há muito tempo não chorava, num desespero de comover qualquer um. Augusto tentou acalmá-la: 
- Não fica assim, Shirley. Também não é o fim do mundo. 
- Não fala comigo, Augusto! Você é o culpado de tudo isso! Você!
- Eu? Mas... - Augusto desistiu de argumentar. - Olha, vamos pra casa. Lá você se acalma e a gente vai esperar. Quem sabe esse dinheiro não aparece mais rápido do que nós imaginamos?"

- FILHO BASTARDO: Esse é conto que encerra o livro. Mais folhetinesco, conta a história de um rico advogado que descobre a existência de um outro filho, fruto de um caso de muitos anos atrás. A vinda do rapaz para morar com ele e sua família, causará transformações na vida de todos e muitos conflitos. TRECHO: "Para Rubens as coisas também não foram fáceis no início. Foi difícil se acostumar com a ideia de que aquele rapaz franzino e reservado que olhava todos com ar de desconfiança, era seu filho. Mas aos poucos ele foi criando uma sincera afeição por Henrique. Gostava do rapaz e sentia-se culpado por ele ter tido uma infância sofrida, passando muitas dificuldades ao lado da mãe, sem nenhuma ajuda do pai. Queria recompensar o tempo perdido fazendo o possível para ajudá-lo a conquistar o que ele quisesse".


Além desses, há mais 14 contos no livro, entre eles: "A pessoa certa", "O viciado", "Mentir é perigoso", "Crise de consciência", "Selfie", "Moça de olhos tristes", "Profissão ladrão", entre outros, todos abordando algum tema do nosso cotidiano ao longo de 144 páginas.

"É a Vida" encontra-se à venda em várias livrarias virtuais e seu preço médio é 38 reais, sendo que em algumas livrarias pode ser encontrado por 32 ou 29 reais. Deixo os links de três livrarias onde você pode encontrar o livro: Eba LivrosCia dos Livros Livrarias Cultura.

LIVRO: É a Vida - Contos
AUTOR: Leandro Brasil
EDITORA: Giostri
ANO: 2016
PÁGINAS: 144
PREÇO MÉDIO: entre 29 e 38 reais.

Para saber mais sobre o livro e o autor é só clicar aqui e entrar no site da Editora Giostri. 

Conto com a leitura de vocês, caros leitores do Super TV e Mais! Aproveito para agradecer a todos os leitores do blog, que mesmo depois de tanto tempo sem novas postagens, continua tendo um bom número de visualizações todos os dias. Vou tentar voltar a postar de vez em quando matérias sobre cinema, TV e literatura, assuntos que adoro. Muito obrigado a todos!




Nenhum comentário:

Postar um comentário